título

Caloiros de CV: plataforma virtual quer fazer a ponte entre os que vão estudar em Portugal e os veteranos

A plataforma foi criada há seis anos por ex-estudantes e jovens que ainda estão a estudar em terras lusas.

Criada em 2014, Caloiros de Cabo Verde é uma plataforma virtual sem fins lucrativos, que tem cerca de 4 mil membros e que visa criar laços entre estudantes cabo-verdianos em Portugal e os residentes no arquipélago que pretendem ingressar no ensino superior em terras Lusas.

 

Em entrevista ao SAPO, a equipa composta por Kleisy de Pina, Paulo Gomes, Stephanie Almada e Janilse Santos, explica que o surgimento da plataforma foi “motivado pela vontade de colmatar certas lacunas existentes na cooperação Cabo Verde – Portugal que poderiam ser amenizadas pelos estudantes. Nomeadamente, a partilha de informações necessárias em tempo útil acerca dos cursos superiores, o custo de vida em Portugal, as cadeiras do curso em questão, informações relacionadas com a documentação necessária para o pedido de vagas, bolsas de estudos e o que é necessário fazer aquando da chegada em Portugal”.

 

Por conseguinte, o objetivo da plataforma é fazer a ponte entre os caloiros e os que já passaram pela experiência. “O nosso intuito é estabelecer laços entre estudantes em Cabo Verde (caloiros) e os estudantes em Portugal (veteranos) de modo a familiarizar o caloiro com a vida académica, o curso em que pretendem ingressar e o esclarecimento atempado de dúvidas que poderão surgir durante todo o processo”.

 

Em 2019, criaram uma página no Facebook para disponibilizar toda a informação que os estudantes podem necessitar mesmo não sendo membro da plataforma que é exclusiva aos estudantes universitários cabo-verdianos.

 

“Através desta página também pretendemos recrutar mais membros para a plataforma de modo a que esses possam ser apoiados pelos colegas que estão em Portugal e também possam ajudar a outros”.

 

Na página é disponibilizado todo o tipo de informação: sobre candidaturas para o ensino superior, bolsas de estudos, alojamento, informações relacionadas com a documentação (visto, título de residência), notícias relacionadas com a comunidade universitária, conselhos sobre o percurso universitário, entre outros temas pertinentes.

 

“Na nossa página, temos desenvolvido diversos projetos que consistem na produção de conteúdos úteis não só para estudantes universitários como também para a comunidade cabo-verdiana em geral. Desde videoconferências by Caloiros de CV, Caloiros Got Talent - Show de talentos, Espaço Saúde e histórias que inspiram em modo de entrevista ao vivo”, salientam.

 

Os integrantes da equipa acreditam que a plataforma está a ter um grande impacto na comunidade estudantil. “O projeto tem sido bastante impactante na vida dos universitários desde o primeiro dia da sua existência. Temos por hábito avaliar a qualidade do projeto e temos tido sempre bom feedback daí a iniciativa de transformar num projeto de acesso público através de uma página de modo a acolher todos que precisam de ajuda ou que querem ajudar um universitário na plataforma”.

 

No que se refere aos desafios enfrentados durante essa pandemia da Covid-19, os membros da plataforma dizem que têm investido bastante na informação sobre a doença e apostado mais na prevenção.

 

“Temos monitorizado o bem-estar dos nossos membros através de sondagens e do impacto da pandemia nas suas vidas através de questionários que posteriormente foram facultados à entidade competente. Temos também investido na divulgação de medidas de proteção social existentes em Portugal para que os nossos membros possam beneficiar das mesmas tendo então conhecimento de diversas redes de ajuda existentes, de modo a não ficarem dependentes apenas de uma solução”

 

Este ano estava prevista a realização do primeiro encontro dos membros dos Caloiros de CV, mas devido à pandemia o mesmo foi cancelado. “O evento denominado ‘Semana do Caloiro Cabo-verdiano’ iria consistir em três momentos: Torneio de futebol e basquetebol, conferência-histórias que inspiram e a Gala do Caloiro”.

 

28 de julho de 2020

Aline Oliveira/SAPO CV

Partilhe: Facebook Twitter