título

Enfermeiros debatem direito à saúde na quinta jornada académica da classe

A V Jornada Académica de Enfermagem é promovida pela Universidade de Cabo Verde (Uni-CV),

A coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Uni-CV, Deisa Semedo, exortou hoje os decisores políticos e responsáveis do sector da saúde a trabalharem para um maior respeito ao direito à saúde para todos.

 

Deisa Semedo fez esse apelo na sessão de abertura da V Jornada Académica de Enfermagem, promovida pela Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), na Cidade da Praia, no âmbito do Dia Mundial da Enfermagem, assinalado a 12 de Maio sob o lema “A saúde é um direito humano”.

 

“O lema foi escolhido com o objectivo de chamar a atenção dos decisores políticos e dos responsáveis do sector da saúde pelos cuidados que devem ter em respeitar o direito a saúde, tema salvaguardado na Constituição da República, mas que não é posto em prática no dia-a-dia dos cuidados”, disse.

 

A coordenadora do curso de Enfermagem lembrou, também, que o acesso à saúde está ligado à possibilidade que cada um consegue ter a nível de cuidados, sem que tenha prejuízo na sua parte económica e financeira, pois, este é um direito que não devia lesar ninguém.

 

Neste âmbito, sublinhou, a promoção da uma reflexão conjunta sobre o tema que irá reflectir nos trabalhos científicos, assim como no envolvimento dos futuros enfermeiros por forma a conhecer e pôr em prática os trabalhos.

 

Tudo isso, porque disse, “os cuidados” não dependem apenas da prática, mas também, dos trabalhos científicos, o que no seu entender tem conseguido ajudar na melhoria dos cuidados da saúde em Cabo Verde e, logo, nos indicadores.

 

Já o presidente da Faculdade de Ciências e Tecnologia, Elvis Chantre Lopes, realçou o facto de a Uni-CV formar cerca de 30 enfermeiros por ano, e lembrou que o curso da Enfermagem, naquele estabelecimento académico, tem liderado sempre a lista de candidatos a formação.

 

“Hoje estamos aqui para debater alguns temas e avançar a nível científico, pois, este é o verdadeiro processo de aprendizagem onde se aprende e se adquire conhecimentos para contribuir para um melhor cuidado de saúde”, frisou.

 

Por sua vez, o pró-reitor da Uni-CV, João Cardoso, congratulou-se com o trabalho que vem sendo feito para a “valorização” da formação académica na área de enfermagem e não só.

 

A V Jornada, que acontece, no Auditório do Campus do Palmarejo, na Cidade da Praia, decorre em simultâneo, no Campus de Ribeira de Julião, em São Vicente.

 

Nesta edição, serão apresentados trabalhos dos estudantes, sob a forma de apresentação oral e ‘posters’, com vista à demonstração de práticas que visam contribuir para a reflexão sobre o trabalho do enfermeiro.

 

O Dia Internacional de Enfermagem é comemorado a nível mundial e foi instituído pelo conselho internacional de Enfermeiros em 1974, em alusão ao nascimento da Florence Nightingale, considerada a mãe da Enfermagem moderna.

 

A efeméride deste ano assinala os contributos dos enfermeiros na sociedade cabo-verdiana.

 

15 de maio de 2018

 

SAPO c/ Inforpress

Partilhe: Facebook Twitter