título

Ensino do Mandarim será alargado aos alunos do 10 º ano, diz delegado do ME na Praia

O ensino do Mandarim (língua chinesa) será alargado aos alunos do 10 º ano no próximo ano letivo 2018/2019, revelou hoje, em entrevista à Inforpress, o delegado do Ministério da Educação na Cidade a Praia.

Adriano Moreno afirmou que, tal como no ano passado, em que vieram professores da República Democrática da China, que. apoiados por professores de inglês, ajudaram na inteiração com os alunos, este ano chegarão mais docentes “para auxiliar no ensino do mandarim nas escolas secundárias”, devido ao alargamento dessa disciplina.

 

“Aqui na Praia foram seis professores que vieram para o ensino do mandarim e estão espalhados nas várias escolas secundárias. O concelho da Praia acolheu este experimento e foi uma boa iniciativa porque os alunos, para além de ter uma nova ferramenta de pesquisa e de leitura, se forem estudar na China, terão outras vantagens”, destacou Moreno, acrescentando que, além da Praia, São Vicente e Assomada receberam aulas experimentais de Mandarim.

 

No ano passado, a ministra da Educação, Maritza Rosabal, justificou que a escolha das escolas secundárias de Santa Catarina, Praia e São Vicente para acolherem a experiência piloto do Mandarim como língua estrangeira opcional deve-se ao facto das mesmas terem o maior número de matriculas.

 

Entre outras perspetivas para próximo ano, o delegado do Ministério da Educação na cidade a Praia afirma que pretendem dinamizar o desporto escolar, com a introdução de novas modalidades como o xadrez e o boxe, porque é uma ferramenta essencial para apoiar os alunos.

 

“Já temos tido experiências boas no Liceu Domingos Ramos com o boxe e também na Escola Secundária Pedro Gomes e, igualmente, com o xadrez. No ano passado, realizamos um torneio de xadrez com alunos de todas as escolas e estamos, através do xadrez, a perspetivar reforçar um pouco o ensino de outras disciplinas que não seja apenas a Matemática”, sustentou o delegado e docente formado em Matemática.

 

SAPO c/ Inforpress

 

17 de agosto de 2018

Partilhe: Facebook Twitter