título

Erros dos manuais escolares apresentam apenas “a ponta de iceberg” do problema de gestão do sistema educativo cabo-verdiano

O Partido Popular (PP) defendeu ontem que os erros detectados nos manuais escolares apresentam apenas “a ponta de iceberg” do problema de gestão do sistema educativo cabo-verdiano.

A constatação saiu das conclusões do encontro quinzenal da Direção Nacional do Partido, que esteve reunido este fim-de-semana para analisar a situação do país em diferentes sectores de governação.

 

Em nota enviada à Inforpress, o Partido Popular indica que se ajuntam a esses erros os slogan partidários nas capas dos cadernos escolares e até a nomeação e contratação dos professores com base nos critérios partidários.

 

A Direção Nacional do partido acrescenta ainda que os erros dos manuais resultam da mistura dos negócios privados com os negócios do Estado, uma vez que não houve concurso no processo de seleção do fornecedor dos manuais escolares.

 

“Não basta demitir a Diretora Nacional da Educação, há que haver responsabilidades políticas a nível do Ministério, demitindo a ministra da Educação”, defende a Direção Nacional do partido, comando por Amândio Vicente.

 

Por outro lado, o PP vê com alguma preocupação a falta da coordenação entre o Presidente da Republica e o primeiro-ministro quanto ao novo ‘Status Of Forces Agreement’ (SOFA), considerando que esta “falta de sintonia” pode significar que as hierarquias estão sendo ignoradas no processo,

 

No entanto, o partido entende que o acordo SOFA não poderá significar a instalação disfarçada das bases militares no país, admitindo que o acordo pode trazer alguma vantagem para o país no combate ao narcotráfico e o controlo do território nacional.

 

O acordo SOFA define os termos da cooperação militar com os EUA e o estatuto dos soldados norte-americanos em território cabo-verdiano.

 

Solução para o problema de Chã das Caldeiras na Ilha do Fogo, as viagens ao estrangeiro dos governantes, “mortes sistemáticas das parturientes na maternidade da Praia”, foram, entre os assuntos, os temas abordados nesta reunião quinzenal do Partido Popular.

 

SAPO c/ Inforpress

10.10.2017

Partilhe: Facebook Twitter