título

Fogo: Universidade de Santiago promove IX edição do “Rotas do Arquipélago”

O programa acontece pela terceira vez na ilha do Fogo.

A delegação da Universidade de Santiago (US) chega sábado à ilha do Fogo, onde, durante uma semana, vai implementar a IX edição do programa “Rotas do Arquipélago”, que decorrerá entre os dias 13 e 20 de Maio nos três municípios.

 

O programa “Rotas do Arquipélago”, que acontece pela terceira vez na ilha do Fogo, inscreve-se no âmbito do plano estratégico de desenvolvimento institucional da Universidade de Santiago (US), ancorada no princípio de indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão universitária

 

Segundo uma nota de imprensa da US, durante uma semana, a comunidade académica desta instituição de Ensino Superior vai realizar várias actividades nos três municípios da ilha, com destaque para três fóruns (pensar a educação no século XXI: desafios globais, soluções locais; saúde materno-infantil; e competitividade e sustentabilidade turística na região Fogo e Brava), diversas feiras de saúde, formações, além de actividades de cariz social.

 

Uma das primeiras actividades programadas é a realização de uma jornada da saúde comunitária, ambiente e intervenção social, agendada para domingo, 13, na comunidade de Chã das Caldeiras, com aconselhamento sobre higiene e segurança/alimentação saudável, estado nutricional e desempenho das actividades, assim como rastreio de câncer de mama, palpação, aferição da tensão arterial, avaliação da glicemia capilar, atendimento e aconselhamento individual e formação sobre suporte básico de vida e primeiros socorros.

 

A nível de intervenção social, prevê-se a realização de um diagnóstico social , através de levantamento das informações para posteriores intervenções, palestras sobre “direitos fundamentais e cidadania”, pintura de escola e jardim infantil, denominado “nha skôla nha kaza” (minha escola minha casa) e entrega de géneros às famílias economicamente menos favorecidas.

 

No capítulo de intervenção ambiental, destacam-se actividades como a jornada cívica em prol de ambiente nas áreas protegidas e plantações de árvores e campanha de limpeza.

 

Além dos três fóruns, durante a semana serão promovidas outras actividades nas cidades de Cova Figueira (Santa Catarina), Igreja (Mosteiros) e São Filipe (São Filipe) como exposição e venda de livros da US edições e outros, actividades desportivas e culturais – portas abertas para homenagear “figuras ilustres” da ilha.

 

Visitas a instituições e referencias históricas da ilha, formação em protocolo e atendimento ao publico, primeiros socorros e suporte básico da vida, utilização e manutenção dos equipamentos informáticos/manutenção e reparação de computadores e segurança digital fazem parte da agenda.

 

A realização de uma jornada cívica, que inclui aspectos como enfermaria na escola, english scolarships, ética profissional e responsabilidade laboral, workshop sobre “objectivos do desenvolvimento sustentável – ODS, voluntariado e desenvolvimento comunitário”, são outras actividades programadas no quadro do “rotas do arquipélago”,

 

Além da comunidade académica da US, docentes desta instituição e da sua congénere de Leiria (Portugal), durante o programa vários responsáveis e dirigentes nacionais vão estar na ilha, ligado aos sectores de educação, saúde e turismo, como o secretário de Estado da Educação, a directora nacional de Saúde, secretário executivo de CCS-Sida, vice-presidente da Câmara do Turismo, director-geral do Turismo e Transportes, presidente do conselho de administração do Fundo de Turismo, ex-ministra das Infra-estruturas e Transportes.

 

SAPO / Inforpress

 

12 de maio de 2018

Partilhe: Facebook Twitter