título

Governo conta até ao final do ano ter um novo modelo de financiamento do ensino superior

O Governo conta até ao final deste ano ter um novo modelo de financiamento do ensino superior que seja “sustentável e duradouro”, indicou ontem, 11, o secretário de Estado da Educação, Amadeu Cruz.

O governante, que falava à Inforpress na sequência de uma visita realiza à Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), para se inteirar do andamento dessa instituição pública do ensino superior, disse que o Governo está a trabalhar na reforma do modelo de financiamento, tendo em vista a sua sustentabilidade.

 

“Estamos a trabalhar no sentido de melhorar as condições de acesso ao ensino superior, mas de forma particular na reforma do modelo de financiamento para dar oportunidade a todos os jovens cabo-verdianos que queiram estudar”, disse.

 

Indicou que o modelo tem de ser “sustentável”, pelo que a solução passa “necessariamente” pela criação de mecanismos que permitam a “retro-alimentação fundo de financiamento”.

 

“Estamos a estudar esse modelo e esperamos até ao final do ano estar em condições de apresentar o modelo de financiamento do ensino superior que terá em conta os equilíbrios do sistema, a equidade, a justiça social, o equilíbrio inter-regionais e que tenha em conta que o sistema tem de auto-alimentar-se”, disse.

 

A dimensão qualidade foi outra questão abordada com a equipa reitoral da Universidade de Cabo Verde.

 

Neste particular, indicou que a Uni-CV tem instalações e laboratórios em condições pelo que concluiu que a instituição está em condições de prestar um serviço de formação e investigação “de qualidade”.

 

O objetivo do Governo, conforme indicou, é de ter um sistema “mais sólido, mais equilibrado e mais sustentável” e preparado para servir o país.

 

Nos próximos dias, o secretário de Estado da Educação estará a visitar a Universidade do Mindelo, o Instituto Superior das Ciências Empresarias (ISCEE) e a Universidade Lusófona, em São Vicente, concluindo assim o ciclo de visitas às instituições do ensino superior.

 

@SAPO c/Inforpress

12.04.2018

Partilhe: Facebook Twitter