título

Governo conta com cooperação brasileira na criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias de Santo Antão em 2019

O Governo vai contar com parceria da cooperação brasileira na dinamização do ensino superior no domínio das ciências agrárias em Santo Antão, com a criação, a partir de 2019, do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias, desta ilha.

A criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrária em Santo Antão foi um dos assuntos analisados num encontro, sexta-feira, entre o secretário de Estado para Educação, Amadeu Cruz, e o embaixador do Brasil em Cabo Verde, José Leitão, em que se abordou as perspetivas de cooperação entre Cabo Verde e Brasil no domínio do ensino superior.

 

Segundo uma nota do Ministério da Educação, o encontro serviu ainda para abordar o tema da investigação aplicada e da dinamização do ensino superior no domínio das ciências agrárias (agricultura, pecuária, ordenamento e gestão florestal, engenharia rural) tanto em Santo Antão como em Santiago.

 

O Ministério da Educação tem em andamento o processo com vista à implementação do ensino superior em Santo Antão, que passará pela instalação, a partir do ano letivo 2019/2020, desse instituto, num projeto que tem ainda a parceria da cooperação portuguesa, através do Instituto Superior da Agronomia de Lisboa.

 

Este ministério acredita que, a partir do próximo ano, Santo Antão começará a receber os primeiros cursos superiores em áreas como a agricultura, a água, a floresta, energias renováveis, entre outras.

 

SAPO c/ Inforpress

 

06 de agosto de 2018

Partilhe: Facebook Twitter