título

Mindelo recebe 72º Centro de Língua Portuguesa do Instituto Camões

A cidade do Mindelo inaugurou ontem o 72º Centro de Língua Portuguesa, aberto na Faculdade de Educação e Desporto da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) e que pretende apoiar os estudantes nas diversas vertentes.

Na cerimónia, que decorreu esta tarde, o vice-reitor, António Varela, começou por lembrar os propósitos que este centro, resultante da parceria entre o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e Uni-CV irá servir, entre os quais, apoio a nível científico aos estudantes da Licenciatura em Língua Portuguesa e Estudos Cabo-verdianos e ainda desenvolver actividade de investigação em Didática da Língua Portuguesa, entre muitas outras.

 

A instalação deste centro, segundo a mesma fonte, testemunha o quão é valorizada a cooperação que a Universidade de Cabo Verde tem vindo a desenvolver, desde a sua criação e em várias vertentes com diferentes entidades portuguesas e tem vindo a “tirar proveito face aos recursos disponibilizados”.

 

O vogal da Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, João Neves, colocou, por seu lado, o acento tónico sobre o papel que o centro desempenhará entre a universidade e o tecido social.

 

“Estou certo que este tal como outros, seguirá os passos dos irmãos mais velhos, os centros mais antigos e que fará um bom trabalho”, salientou.

 

A cerimónia contou ainda com a participação do ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, para quem o ensino do português é “fundamental” para a formação dos quadros cabo-verdianos e por isso, assegurou, “deve ser assumida de forma descomplexada”.

 

“É fundamental aprimorarmos o ensino da língua portuguesa no nosso país”, lançou, adiantando, que o Governo tem feito uma aposta de forma “muito clara” no ensino desta língua.

 

Também presente no evento, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, lembrou a cooperação de décadas entre os dois países, também virada para a educação, e que tem sido “mais intensamente” acrescentada com a abertura desde centro e ainda as escolas portuguesas da Praia e do Mindelo.

 

Alojado na Faculdade de Educação e Desporto, da Universidade de Cabo Verde, o Centro de Língua Portuguesa disponibiliza uma biblioteca, um espaço de pesquisa, um espaço de reuniões e um gabinete de trabalho.

 

Constitui-se de um acervo bibliográfico com cerca de 750 títulos, nas áreas da literatura infanto-juvenil, didática da língua, didática da literatura, linguística, literatura de expressão portuguesa, manuais, gramáticas, dicionários e obras generalistas.

 

O primeiro centro deste tipo inaugurado em Cabo verde aconteceu em 1989 na Cidade da Praia e que agora segue-se o de Mindelo, que se afigura como o 72º da rede espalhados por 46 países, 15 destes em África.

 

SAPO c/Inforpress

19.07.2019

Partilhe: Facebook Twitter