título

Ministérios da Saúde e da Educação iniciam campanha de desparasitação de crianças

Vão ser abrangidas as crianças do pré-escolar ao 6º ano do Ensino Básico.

O Ministério da Saúde e da Segurança Social (MSS) e o Ministério da Educação Família e Inclusão Social (MEFIS) iniciam na segunda-feira uma campanha de desparasitação de crianças do pré-escolar ao 6º ano do Ensino Básico.

 

De acordo com uma nota do Ministério da Saúde, a que a Inforpress teve acesso, esta campanha, financiada pelo Fundo Internacional de Emergência para a Infância das Nações Unidas (Unicef) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) tem como objetivo reduzir a infeção pelos parasitas intestinais fazendo com que as crianças cresçam mais saudáveis.

 

O mesmo documento destaca que, em todo o mundo, há cerca de um bilhão e meio de pessoas infetadas com helmintos transmitidos pelo solo e metade delas são crianças.

 

“As doenças helmínticas podem ser prevenidas e combatidas através de algumas medidas de saúde pública comprovadas, de baixo custo e efetivas, destacando-se o saneamento básico, a higiene do meio, a educação para a saúde e as medidas antiparasitária”, refere o documento.

 

O MSS realça ainda que a OMS recomenda que, “nas populações onde crianças em idade escolar são parasitadas, se deve fazer a desparasitação”, para além de outras estratégias de intervenção “de modo a diminuir a gravidade e a mortalidade por certas doenças como a diarreia”.

 

3 de dezembro de 2018

 

SAPO/Inforpress

Partilhe: Facebook Twitter