título

Porto Novo: Edilidade anuncia pacote de oferta formativa em parceria com CEFP-SA

Topografia, gestão de pequenos negócios, transformação de produtos são algumas áreas abrangidas no quadro de um pacote de formação profissional que a câmara do Porto Novo pretende realizar em parceria com o Centro de Emprego e Formação Profissional local.

Comunicação e desenvolvimento, contabilidade básica, atendimento e recepção são outras áreas contempladas, segundo a edilidade portonovense, que explicou que esses cursos, previstos para os próximos meses, enquadram-se na sua política de capacitação dos jovens neste concelho.

 

O anúncio da oferta formativa acontece numa altura em que Porto Novo está a beneficiar do programa de emprego, empregabilidade e inserção, financiado pela cooperação luxemburguesa, através do qual vai ser instalado, ainda em 2018, um centro de formação profissional neste município.

 

O edil Aníbal Fonseca confirmou que no quadro deste programa, que está a ser implementado pelo Sistema das Nações Unidas, através da OIT e PNUD, Porto Novo vai ser contemplado com um centro de formação profissional, estrutura que, além de promover cursos profissionais, vai adequar as acções formativas com as necessidades do mercado de trabalho, a nível local.

 

O programa, lançado no último trimestre de 2017, abrange os outros municípios de Santo Antão que estão a trabalhar com o Governo, parceiros e sector privado para “alinhar” as necessidades do mercado de trabalho com as necessidades de formação e qualificação dos jovens santantonenses.

 

O programa, previsto para os próximos três anos, além do centro do Porto Novo, prevê ainda a criação, em todo o país, de seis antenas de formação profissional para ministrar formações que permitam a melhor inserção dos jovens no mercado de trabalho.

 

O mesmo programa, no âmbito do qual está-se a fazer todo um levantamento do mercado em termos de emprego, tem como grupo alvo os jovens entre os 15 e 35 anos, privilegiando os licenciados e com formação profissional.

 

@SAPO c/Inforpress

09.07.2018

Partilhe: Facebook Twitter