título

Portugal vai financiar reabilitação de residência estudantil em Santa Cruz

Segundo Olavo Correia, a obra deve avançar em dois meses.

Portugal vai financiar em cerca de 360 mil euros a reabilitação de uma residência para formandos e formadores em Santa Cruz, interior da ilha cabo-verdiana de Santiago, anunciou hoje o vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia.

 

O também ministro das Finanças de Cabo Verde fez o anúncio um dia após os dois governos terem homologado o protocolo para a concessão do financiamento das obras de reabilitação do edifício da residência de formadores e formandos de Pedra Badejo, em Santa Cruz, na ilha de Santiago.

 

As obras de reabilitação da residência estão orçadas em 430 mil euros e o protocolo de financiamento foi assinado em novembro do ano passado, entre o Instituto do Emprego e Formação Profissional de Portugal e o Instituto do Emprego e Formação Profissional de Cabo Verde.

 

Segundo Olavo Correia, no âmbito do protocolo, Portugal vai financiar as obras em cerca de 40 milhões de escudos (362 mil euros), enquanto a outra parte vai ser garantida pelo Governo de Cabo Verde.

 

O ministro disse que as obras deverão arrancar dentro de dois meses.

 

"Trata-se de um grande investimento em Santa Cruz e que vai mudar a vida dos jovens que querem ter acesso a uma formação profissional. Vai ser um grande empreendimento que vamos requalificar para podermos albergar os jovens para que possam ter acesso a estágios e formação profissional com melhores condições", salientou Olavo Correia.

 

SAPO/Lusa

 

Partilhe: Facebook Twitter