título

Sal: Mais de 200 finalistas deixam liceu para encarar nova etapa da vida

Mais de 200 alunos finalistas, no Sal, deixam o liceu para encarar nova etapa de suas vidas, tendo os do Liceu Olavo Moniz, realizado a cerimónia de imposição de fitas, sábado, num contexto marcado pela pandemia da covid-19.

A conclusão do liceu marca o fim de um ciclo, mas este ano os alunos do 12º ano, finalistas do ano lectivo 2019/2020, terminaram as aulas num contexto diferente, marcado pela pandemia da covid-19.

 

Ansiosos pela realização da festa, com pompa e circunstância, neste momento ímpar, os cerca de 280 alunos finalistas não puderam, entretanto, celebrar a data numa cerimónia “estrondosa”, todos juntos no mesmo espaço, como nos anos anteriores, com direito a jantar e baile, o “after party”.

 

Tudo por causa da pandemia do coronavírus, a covid-19.

 

Perante a situação, havia já algum tempo que as comissões de finalistas, tanto do Complexo Educativo Manuel António Martins (CEMAM), em Santa Maria, como a da Escola Secundária Olavo Moniz, nos Espargos, vinham estudando a melhor forma para a realização da cerimónia, tendo-se descartado a hipótese da habitual gala.

 

Porém, este dia vinha sendo aguardado com muita expectativa, pelos rapazes e raparigas, independente da média final e de garantias de poder prosseguir os estudos numa universidade dentro ou fora do país.

 

Assim, sábado à tarde, os finalistas do Liceu Olavo Moniz organizaram-se para o ritual da imposição de fitas e entrega dos diplomas, por turmas, cerimónia que teve lugar na Academia do Académico do Sal, tendo sido observadas todas as medidas de segurança, para evitar contágio ou transmissão, e fazer face à covid-19.

 

Trajados a rigor, com capa, chapéu e máscara, disseram presente num misto de sentimento, sem pensar no que reserva o futuro, porém, preparados para encarar a nova etapa de suas vidas.

 

Uns com o sonho de licenciatura, mas outros nem por isso.

 

A actvidade correu bem, dentro do espaço preparado para o efeito, mas no final, um grupo acabou por ser detido pela Polícia Nacional (PN), por distúrbio na via pública, conforme soube a Inforpress junto de fonte policial.

 

Inforpress/Fim

Partilhe: Facebook Twitter