título

Startup Weekend Cabo Verde inicia no Mindelo com enfoque na economia azul

Startup Weekend deste ano acontece sob o lema “Pense global, mesmo sendo local”.

O programa Startup Weekend Cabo Verde inicia a partir de 02 de novembro, no Mindelo, abrangendo “ideias inovadoras” voltadas para a economia azul, sob o lema “Pense global, mesmo sendo local”, devendo viajar ainda por mais cinco cidades.

 

As informações foram avançadas em conferência de imprensa, pelo diretor executivo da Sheetah Star, Samir Pereira, da organização do evento, que disse terem escolhido temas para as primeiras edições de 2018 , que consideram ser de “interesse” para o desenvolvimento económico local de algumas ilhas.

 

Assim, de 02 a 04 de novembro, Mindelo dá o pontapé de saída na 19ª edição, que tem como foco principal a economia azul nesta ilha, que, conforme a mesma fonte, tem “todas as condições” para a implementação dos projetos neste setor.

 

Conta-se ainda levar a iniciativa para mais cinco cidades, primeiramente São Filipe (Fogo), de 9 a 11 de novembro, com enfoque nas áreas da fruticultura e do turismo e Cidade da Praia de 16 a 18 de novembro, versando a inovação tecnológica, nas áreas financeira, saúde e tecnologia limpa.

 

De 23 a 25 de mesmo mês será a vez de Santa Maria (Sal), no setor de turismo e viagens, segue-se depois, de 07 a 09 de dezembro, Tarrafal de São Nicolau, e ainda Porto Inglês (Maio) de 14 a 16 do mesmo mês.

 

Nestas duas últimas cidades, conforme Samir Pereira, por serem a primeira vez, que acolhem o Startup Weekend “não haverá temas específicos”.

 

“Mas, mesmo nas ilhas em que escolhemos um tema, que acreditamos ser de “interesse” para o desenvolvimento económico local dessas ilhas, não impede que pessoas, que tenham interesses ou ideias noutras áreas não possam participar”, assegurou Samir Pereira, adiantando, que o programa tem dado “frutos interessantes” e ajudado a criar pequenas empresas novas no mercado, e que no caso de Cabo Verde podem chegar a cerca de 40, desde 2012, em que iniciaram.

 

Todas as edições têm o mesmo formato, realizadas num fim de semana com inicio numa sexta-feira às 16 horas, e com término no domingo às 20:30, em que se finaliza com a apresentação das ideias para um leque de júris, que escolhem o vencedor.

 

A Startup Weekend deste ano, sob o lema “Pense global, mesmo sendo local” tem a parceria da Pró-Empresa, uma instituição do Estado de fomento ao empreendedorismo e que segundo a administradora, Mónica Vicente, escolheu algumas ilhas, entre as quais, São Nicolau, Fogo e maio, em tiveram “menos adesão” em relação ao projeto do Startup Jovem e mesmo São Vicente, que ficou “aquém das expectativas”.

 

“Acreditamos, que com o Startup Weekend podemos ter maior número de candidaturas, e não só, poderemos ter projetos e ideias credíveis, que podem ser financiados”, lançou a responsável.

 

As três primeiras edições, de Mindelo, São Filipe e Praia, englobam-se na semana do Global empreendedorismo, e fazem parte do Startup Weekend global, o que dará aos vencedores, conforme Samir Pereira, a possibilidade de “exposição a nível internacional e poderem competir com vencedores de outros países”.

 

O Startup Weekend é um programa internacional que tem sido realizado em mais de 150 países para o incentivo ao empreendedorismo, que iniciou em 2009, tendo chegado a Cabo Verde em 2012.

 

No caso de São Vicente, neste ano, espera-se cerca de 40 candidaturas, que poderão aumentar, segundo as expectativas da organização, com a palestra de divulgação, que se realiza hoje pelas 18: 30 na Universidade do Mindelo,

 

Sessão semelhante acontece também nas outras ilhas, três dias antes do início do programa.

 

30 de outubro de 2018

 

SAPO/Inforpress

Partilhe: Facebook Twitter