título

Uni-CV e CVTelecom vão cooperar no campo do Ensino a Distância

A Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) e a Cabo Verde Telecom (CVTelecom) assinaram esta quinta-feira, 16, na cidade da Praia, um protocolo de cooperação que, entre outros pontos, visa a colaboração das duas instituições do campo do Ensino à Distância.

O objecto do protocolo de cooperação assinado pela Reitora da Uni-CV, Judite Nascimento, e pelo presidente do Conselho de Administração da CVTelecom, José Luís Livramento, vai no sentido de aproveitar as potencialidades de ambas as instituições, com vista a desenvolver uma parceria institucional que explore e promova sinergias entre as duas instituições, contribuindo para a partilha do conhecimento e para o desenvolvimento de Cabo Verde.

 

A cooperação estabelecida desenvolver-se-á através de acções conjuntas, com vista a promover projectos de investigação e desenvolvimento, prestações de serviços e outras acções que as partes entenderem por bem desenvolver, nomeadamente, com vista a participação no desenho e instalação de um “Centro Multimédia do Grupo CVT na Uni-CV” nos principais Campus da Uni-CV nas cidades da Praia e do Mindelo, bem como colaboração com a Uni-CV na promoção do Ensino a Distância.

 

Em declarações aos jornalistas, a Reitora da Uni-CV afirmou que a assinatura deste protocolo constitui a formalização de uma parceria que já existe, uma vez que, segundo disse, a CVTelecom tem sido parceira da Uni-CV em vários domínios.

 

“No entanto e passados tantos anos de colaboração informal, digamos, decidiu-se formalizar porque queremos desenvolver alguns projectos que são estratégicos para os próximos anos da vida da universidade”, completou.

 

Um desses projectos, referiu Judite Nascimento, tem a ver com a montagem do sistema de formação à distância, em que se está a contar com o apoio do “parceiro tecnológico” da universidade pública a CVTelecom.

 

“Portanto, vamos montar um projecto conjunto e vamos desenvolvendo cada instituição, capitalizando aquilo que são as competências e vocações”, prosseguiu a Reitora, completando que está a desenvolver “um grande projecto” de inclusão na Universidade de Cabo Verde que tem implicações a nível de softwares, equipamentos ligados a diferentes tipos de necessidades especiais, com soluções para a integração de pessoas com diferentes necessidades especiais.

 

Nestes projectos, reafirmou Judite Nascimento que a CVTelecom vai ser uma das parceiras e, sobretudo, a “parceira estratégica” para a montagem do programa de inclusão.

 

Em terceiro lugar, frisou a Reitora que a Uni-CV vai transitar para o novo campus e irá ter a necessidade de também transferir para o novo espaço algum do potencial de equipamentos, de infra-estruturas que já foram desenvolvidos com diferentes parceiros, incluindo a CVTelecom.

 

“É uma forma de amarrarmos um pouco aquilo que é a colaboração que já temos tido e de estreitarmos ainda mais os laços e avançarmos com parceiros estratégicos também daqui para frente, formalizando o que já se faz na prática”, resumiu.

 

Por seu turno, o PCA da CVTelecom começou por relembrar que se está numa era em que o digital influencia todos os sectores de actividade e com muito impacto no ensino superior.

 

Portanto, entende José Luís Livramento que a Uni-CV faz “muito bem” em se preparar para essa Era, principalmente no momento em que vai para o novo campus universitário com um desenho “muito amplo”, mas que também, tem de corresponder às ofertas para melhorar o seu desempenho.

 

“E é nisso que está a colaborar”, referiu o PCA da CVTelecom, frisando ainda que os alunos terão acesso a serviços com reduções e que também aqueles com necessidades especiais terão um “tratamento próprio”.

 

José Luís Livramento referiu ainda saber que há vários alunos, pais e encarregados de educação que não comportam os custos de uma deslocação aos principais centros urbanos, pelo que o ensino superior à distância, o e-learning ser “muito importante” nos dias de hoje.

 

“Vamos propiciar a Uni-CV a leccionação a distância (…) Vamos trabalhar em tudo aquilo que seja componente electrónica do ensino superior”, prosseguiu o PCA, pontuando que a CVTeletom está ser um parceiro que leva a universidade pública a “viver a Era digital”.

 

SAPO c/ Inforpress

 

17 de janeiro de 2020

Partilhe: Facebook Twitter