título

PM: Campus do Mar em funcionamento no próximo ano letivo

Publicado dia 13 de Novembro de 2019 Voltar à página de Eventos

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, garantiu hoje, no Mindelo, que o Campus do Mar já está efectivado e vai entrar em funcionamento no próximo ano letivo para “fomento da economia azul em São Vicente”.

Conforme o líder do executivo, foi aprovado nesta terça-feira todo o pacote relacionado com este empreendimento, que terá sede em São Vicente, e que integra a Escola do Mar para ensino técnico-profissional, a Universidade Técnica do Atlântico para ensino superior, o Instituto do Mar para investigação e desenvolvimento.

 

“Vai permitir sinergias e criar um ecossistema de inovação, complementaridade entre essas várias áreas de formação, para potenciar o fomento da economia azul em São Vicente”, assegurou Ulisses Correia e Silva, adiantando que o Campus do Mar entrará em funcionamento no próximo ano lectivo.

 

Para o governante, a parte estrutural do empreendimento, que virá depois, “não é o mais importante”, sendo que neste momento as instalações já existem, também os professores e os currículos estão a ser adaptados, lançou.

 

O primeiro-ministro fazia estas considerações na abertura das Jornadas Técnicas, que decorrerão em paralelo com a Feira Internacional de Cabo Verde (FIC), marcada para iniciar na tarde de hoje.

 

As jornadas desta quarta-feira, que acontecem sob a temática “Ecossistema de financiamento à economia” foram aproveitadas por Ulisses Correia e Silva para elencar um conjunto de medidas tomadas pelo Governo para “facilitação” do ambiente de negócio no país.

 

As oportunidades e os instrumentos, segundo a mesma fonte, já existem, faltando só “reforçar a capacidade de se aproveitar, sempre na perspectiva de que não há só rosas pelo caminho, mas há espinhos pelo meio”.

 

“O meu desafio final é que sejamos perseverantes, procuremos ultrapassar os problemas, corramos os riscos que tenhamos que correr e possamos fazer depois com que a nossa actividade contribua para o desenvolvimento do país”, exortou.

 

O presidente da Câmara de Comércio de Barlavento, Belarmino Lucas, igualmente orador da sessão de abertura, considerou também ser “essencial que os empresários se apropriem destes mecanismos e efectivamente os ponham à prova”.

 

Durante o evento foi ainda realizado o acto simbólico de transferência de competências entre o Governo e a câmara de comércio, algo que, segundo Belarmino Lucas, corporiza a conclusão de todo o processo iniciado há já alguns anos, com o objectivo de “melhorar cada vez mais o ambiente de negócio”.

 

“Tornando-o cada vez mais eficiente o funcionamento da administração naquilo que diz respeito ao relacionamento com os empresários, facilitando de todas as maneiras a realização de negócios em Cabo Verde”, reiterou.

 

Logo mais à tarde, pelas 17:00, acontece a abertura oficial da FIC, no Mindelo, e que marca a “despedida” das actuais instalações, que agora vão dar lugar a um empreendimento turístico na Avenida Marginal.

 

SAPO c/ Inforpress

 

13 de novembo de 2019

Partilhe: Facebook Twitter